sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

E AGORA?


E AGORA?
Oswaldo Antônio Begiato

jogam uma veste
negra
confusa
sobre os paralelepípedos
da rua
e a lua
desesperadamente
lança sobre tudo
uma luz prateada...
...em vão

já não são mais
paralelepípedos
já não são mais
histórias petrificadas
apenas uma manta
uma manta negra
asfáltica
onde
não faz morada
nem a lua
nem a rua
nem luzes
nem caminhos
e a história...
...não se revela.

4 comentários:

isa disse...

E ficou um vazio,tão negro e feio,
que nem a Lua,nem Vida alguma, sentirá prazer em visitar...quanto
mais morar...
Beijo.
isa.

Marluce Aires disse...

Boa tarde, Begiato. Verdades que escreves, estão diante dos nossos olhos;por isso escrevemos, o que vemos e sentimos.

Marluce Aires disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MARILENE disse...

Essa é a escuridão com que cobre os caminhos, antes tão ricos e iluminados. Cobre tudo, até a história, e não permite o passear do brilho que há tempos, vinham abraçando.

Obrigada por ter retribuído a visita. É um prazer ler você.

Abraços