quinta-feira, 5 de agosto de 2010

BEIJO DE LUZ AZUL

--------------------------->Menino Pedinte, obra de Juliana Motzko

BEIJO DE LUZ AZUL
Oswaldo Antônio Begiato

tirei de meus armários
os esqueletos empoeirados
e ao tempo confiei para airá-los

vesti-os com flores amadurecidas
e estrelas prateadas caídas do espanto
nos olhos deixei entrar verdades cristalinas
e aqueci os ossos com abraços incandescentes

dentre todos eles muitíssimo belos
escolhi para mim um pequenino
mirradinho e caladinho
que tinha no sorriso uma noviça ilusão
de onde partia em direção à minha boca
um beijo de luz azul

um beijo infinito de luz azul

5 comentários:

Isa disse...

Meu Amigo!Meu Poeta das magia das Palavras.
Ora da doçura,ora da revolta,ora da
calma!
Escolheu a cor azul,serena,cálida,
amorosa e terna.
Beijo.
isa.

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Venho hoje em seu lindo cantinho, desejar-lhe um Feliz Dia dos Pais.
Parabéns por mais um belo poema.
Um abraço carinhoso!
Neneca

M@ria disse...

"Gosto das pessoas que se enamoram das estrelas... e caem de cansaço, ao voarem em busca da luz."

(Dom Hélder Câmara)

Amor & Paz no seu Domingo!Beijos!!

air max nike disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
LeneFavarette disse...

Ah!Como é maraviloso, mágico, esplêndido... estar aqui! Meu adorável amigo, meu poeta.

"...vesti-o com flores amadurecidas e estrelas prateadas..
...um beijo infinito de luz azul."

Lindaaaaaaaaa poesia.Um beijo,meu. Lene