domingo, 4 de abril de 2010

CINZELAÇÃO


CINZELAÇÃO
Oswaldo Antônio Begiato

E quando o tempo terminar de esculpir meu corpo,
Com seus martelos pesados e seus cinzéis afiados,
Dele tirando todo o excesso de vaidades e matérias,
E do corpo, enxuto de músculos e pecados, minh’alma se apartar,
Espero ser compreendido pelas dores que, sem querer, causei
E ser admirado pelas dores que sofri na calada de meu viver.

Se é que o juízo final é mesmo uma balança imparcial,
E minhas cinzas puderem ser divididas em duas partes e um peso só,
Então que uma porção seja jogada no inferno e a outra no paraíso.

Que eu possa, finalmente, descansar em paz.

4 comentários:

Maga disse...

O que dizer deste poema?
Já li pedaços teus em versos com o andar um pouco disperso e as palavras num jeito menos sisudo...
Mas gosto quando escreves assim, como quando não há medo...
Digo um lugar comum: que há vida presente na morte, como os há morte em vida. E são muitos fortes...

Tantas palavras escrevi e disse nada ou pelo menos não disse tudo, Poeta.

Ruth Maria Perrella disse...

Venho sempre aqui, Poeta Ternura...
leio e me calo, por tanta emoção!

Jamais saberei descrever sua poesia, apenas a sinto forte na alma.

Te beijo!!

INFETO disse...

Para que assim todas as metades tenham experimentado os verdadeiros sabores do morrer e viver. Belissima foto e texto. abraços

http://poesiafotocritica.blogspot.com/

Sél disse...

Belo poema Oswaldo, emocionante...
É a primeira vez que visito seu blog - suas poesias são tão delicadas! Emocionam demais!
Inclusive a poesia dedicada aos seus pais, me deu nó na garganta rsrs
Linda, parabéns.

Visito muitos blogs pq tenho um "refúgio" de poesias(como costumo chamar meu blog ^^)e leio vários com todo tipo de poesia, mas sinceramente, poucos me despertaram tanta emoção quanto as suas.

Que os Anjos te inspirem cada dia mais, e iluminem sua alma!
Muita paz e desculpe o comentário tão longo.
Te seguirei para não perdê-lo de vista, agora q o achei.

Peço-lhe a permissão de colocar algumas poesias suas em meu blog, será uma honra ter seu nome "guardado" lá no meu "refúgio" ^^
Abraços.