terça-feira, 5 de junho de 2012

OUTROS HAICAIS

OUTROS HAICAIS
Oswaldo Antônio Begiato

NO FIM DO DIA

Tardinha no pomar,
Na árvore as frutas maduras;
Balbúrdia de pássaros!

RENASCIMENTO

O orvalho na pétala
Faz frescor na flor menina;
Vida obediente.

LEDO ENGANO
A pior das vaidades
Leda humildade dos santos;
Nem eles a notam!

IMIGRANTE

Do olho pequenino
Eis a lágrima que cai;
Saudade doída.

MILAGRE

O céu soluçando
Chove, para; chove para.
A semente brota.

AMOR PERDIDO

Chuva intermitente;
Amor vai, tristeza vem,
Revolve-se a vida.

FUGAZ

E depois da morte?
Esquecimento, mais nada,
e a vida que segue...

3 comentários:

isa disse...

Poeta, meu querido Amigo, ñ morre,
ñ se desfaz em pó!
VIVE em cada verso,no coração de quem o lê!
Acredite em mim,pq eu ensino os Poetas, eu "digo" os Poetas e eles sabem que estou certa!
Lindo momento.
Beijo.
isa.

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Querido Oswaldo,não lhe esqueci, pois mora em meu coração. Saudades!O tempo e o espaço não separam as pessoas que gostamos.Lindos haikais! Um abraço afetuoso e o meu desejo de que esteja bem de saúde.
Neneca

Hellen disse...

Lindos comentário/poesias de vida... Sempre um poeta vê/imagina/sente na vida as cores da poesia.
Abração, amigo-poeta!