sexta-feira, 10 de setembro de 2010

EIS MINHA AMADA


EIS MINHA AMADA
Oswaldo Antônio Begiato

Com mãos faceiras e hábeis
Tomou seus versos impuros e sovados
Lavando-os com água fresca e amaciante.
A mais amante.

Pelo avesso,
Para que eles não perdessem suas rimas,
Entregou-os ao sol, através de varais fincados nos quintais,
Para que fossem iluminados com a luz da estrela.
Era tão bonito vê-la.

Enxutos, passou-os sob ferro em brasa
Borrifando neles perfumes feitos com extrato de flores
E lhes conferiu vincos impecáveis.
Poder-se-ia sentí-los sem pecados.

Feito isso, limpos e ordenados,
Guardou-os nas muitas gavetas de meu livro de cabeceira.

Fez-me apaixonado.

10 comentários:

Isa disse...

Que beleza,meu Poeta e Amigo!
Como as metáforas encantam!
Dos seus poemas mais lindos!
O final feliz,imensamente feliz.
Beijo.
isa.

Carmen Regina Dias disse...

"...Entregou-os ao sol, através de varais fincados nos quintais,
Para que fossem iluminados com a luz da estrela.
Era tão bonito vê-la..."


me fez apaixonada, poeta.

Maria Barros disse...

U'a amante perfeita!
Lindos versos poeta! Amo esse jeito encantador e de fantasias que teces os seus versos!

Beijos

RECANTO DA POESIA disse...

Parabéns Poeta!! Sua entrevista está bombando na Comunidade "Revista I e II"...Não poderia ter sido melhor a escolha de Antonio Poeta.
Sou sua fã incondicional e amei saber mais sobre voce.Volta pro orkut, vai?? Beijos na alma!!M@ria

Sônia Rêgo disse...

Meu querido poeta, quanto mais eu o leio, mais me encanto com seus poemas. Obrigado pela bela entrevista na nossa comunidade Revista I e II de poesias. Muito linda e esclarecedora.Quero me juntar ao coro dos amigos pedindo p/ que voltes ao orkut.També quero deixar o meu abraço e agradecer sua visita ao meu blog, podes voltar quando quizer, rsrsrsrs.
Bjs no coração. Sônia Rêgo

RECANTO DA POESIA disse...

Da semente de um querer
Que não tem fim
Vou buscar além do horizonte
Matizes e enfeites
Margaridas e tulipas
Orquídeas também
Para alegrar a vida do meu bem

(Vera Helena)

Feliz Semana e beijos meus! M@ria

Sil disse...

"Fez-me apaixonada"
E vou te seguindo...

OutrosEncantos disse...

Olá Poeta!

Te encontrei no Aharon!
Me apaixonei pela sua poesia!
Cui dado, posso me apaixonar també por você... rss..., estou brincando :)
De verdade, me encantou essa maneira rasgada de escrever, com sangue!

Estou-te seguindo.
Beijo.

Helena Castelli disse...

Apaixonei-me também!

Adorei ler mais sobre voce na comunidade Revista I e II.

Beijos meus com carinho. Sempre!

Delasnieve Daspet disse...

bom dia, Poeta.
Me chegastes com teus versos numa manha de Natal - hoje.
Um presente.
Vesti o poema Oração a Mim mesmo com o Abismo de Rosas na interpetação de Dilermando Reis, e, a enviei ao mundo - para que ao te lerem - entendam a vida...
Fraterno abraço,

Delasnieve Daspet