terça-feira, 7 de julho de 2009

INOCÊNCIA


INOCÊNCIA
Oswaldo Antônio Begiato

Eu não queria mais chorar. Nunca mais!
Estou muito velho para chorar. Esgotei, com o tempo, minhas lágrimas.
Mas quando vejo estou chorando.
Choro, mesmo sem lágrimas, porque chorar é preciso.

Sou um produto inacabado. Incapaz de ser saudável.
Incapaz de ser inofensivo.
Vã foi minha vida!
Tão cheia de segredos,
de cadeados,
de senhas,
de mistérios,
de combinações,
de chaves...

Minha vida foi tão cheia de encruzilhadas e tão escassa de retas.

Será que o tempo foi muito e o amor foi pouco,
ou será que o arrependimento por tão pouco amor
fez as pessoas me mimarem tanto?

Será que tenho direito de sonhar?
Toda vez que sonhei apanhei:
- Ou porque tinha sonhado exageros
ou porque não sonhei os sonhos que queriam.

Duro mesmo é se olhar no espelho e ver
que a curva da vida está em declínio,
não no que diz respeito ao tempo,
mas no que diz respeito aos sonhos que não tenho mais.

No entanto, resta-me um pequeno sonho
que escondo sob meu travesseiro para que não seja roubado:
- Eu gostaria que todos os portões fossem abertos
e que ninguém tocasse em nada que é meu;
mas que se houvessem toques,
fossem eles uma espécie de mágica fraterna,
que fizesse tudo virar flor.

Ou beija flor.
Ou borboleta.
Ou inocência...

4 comentários:

Poesia e Flores disse...

Boa noite querido poeta!

"Se ao longo do caminho houver uma campina em flor, valeu a pena a passagem"...

Oswaldo vim te visitar e parabenizá-lo pr este espaço e pelas pérolas que compartilha conosco.

Um beijo em seu coração.

Arnalda Rabelo

Mariano P. Sousa disse...

Osvaldo!
Rapaz, que belo texto!
E não é que é assim mesmo!
Esse é o camin ho de todos.
Abração!

Aninha disse...

Wado,
Tua sensibilidade, mostrada aqui nesse poema, me faz lembrar do quanto já fomos amigos e parceiros em poesias. Me emocionam teus versos e ao mesmo tempo me deixam nostálgica de outros tempos mais venturosos.
Te desejo todo o sucesso do mundo e que a sensibilidade e amizade sejam tuas eternas companheiras!
De quem te admira muito,
Aninha

Giani disse...

Oswaldo amei a Poesia Inocência Linda mesmo!

Parabéns Deus ti abençoe sempre!
Felicidades...Que o perfume dele esteja sempre ao teu redor...


Gí....♥