sábado, 26 de abril de 2008

NOSSO IMORTAL AMOR


NOSSO IMORTAL AMOR
Oswaldo Antônio Begiato


Tome essa folha
branca
de papel
virgem,
que um panapaná
deixou cair,
de suas asas
coloridas,
em meu colo
de noivo.

Nela escreva,
com suas mãos
de noiva,
seu nome,
com letras
douradas,
e depois
escreva
uma poesia
lírica,
com letras
corridas.

Por fim
escreva
meu nome,
sem maiúsculas
e sem acentos
agudos.

É esse o ritual
que outorgará
ao nosso amor
imortalidade.

5 comentários:

euqueromeuorkut disse...

Esse é o pai de que me orgulho ^^

ana wagner disse...

Seja bem vindo ao mundo blogger, querido poeta! Sei que vai ser um lugar iluminado pela beleza de tuas poesias. Vai ser um lugar precioso
com pérolas e sonhos.
Beijo.

Ana W

Stellinha "Eu não escrevo o que quero, escrevo o que sou" disse...

Acredito que os acasos são providenciais...Recebi um texto criado por uma alma especialmente iluminada chamada ORAÇÃO A MIM MESMO de Oswaldo Antônio Begiato, tendo ao fundo fotos divinamente lindas de Gregory Colbert...Precisa dizer mais?
PARABÉNS! Que possamos sempre ter esse privilégio.
Abraços
Stellinha :)

Oswaldo Antônio disse...

obrigado joão,
obrigado aninha,
obrigado stellinha...

vocês me enchem de emoção
é muito carinho..
obrigado...

bjos.w

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Parabéns Oswaldo! Seu cantinho está lindo. Pelo pouco que lhe conheço, já pude sentir sua sensibilidade e beleza de alma.
Um abraço carinhoso!

Neneca