quarta-feira, 20 de março de 2013

EU TE AMO

EU TE AMO
Oswaldo Antônio Begiato
 
Eu te amo
como ama o vaso solitário
no parapeito da janela
a flor colhida com mãos brancas,
em uma sexta de primavera,
à beira da fonte
onde o arco-íris
costuma revelar
seus segredos
lançar moedas
e fazer pedidos.
 
 

Um comentário:

isa disse...

Poesia pura,meu querido Amigo.
Como gosto de o ler.
Beijo.
isa.