sexta-feira, 1 de março de 2013

É CHEGADO MARÇO

É CHEGADO MARÇO
Oswaldo Antônio Begiato
 
Eis que chega março
com suas águas
pondo fim ao verão
e você se pondo
a urinar na minha alma
para delimitar seu território.
 
Mas saiba que sou um país
sem território, sem bandeira,
sem hino nacional
e sem capital.
 
Sou um país anárquico
onde ninguém manda
e ninguém obedece.
 
Onde as flores nascem
no meio do leite e do mel
e os rios falam a linguagem líquida das águas.
 
Onde as montanhas se erguem
com suas torres e suas rochas
fazendo sombra sobre as árvores
e as árvores produzem frutos frescos
que namoram a madrugada
e por ela se umedecem de auroras.
 
Eis que chega março
e com ele um país sem marco zero.
 
Não venha, pois, urinar em minha alma.
 
 

2 comentários:

isa disse...

A rebeldia do Poeta à solta num extraordinário Poema.
Boa noite, querido amigo.
Beijo.
isa.

Tarso disse...

Gostei da poesia e do teor anárquico.

Sou um aprendiz nesse mundo, mas se quiser ler alguns de meus rabiscos, estão nesse blog:

www.oantidoto.com.br

abraço