quarta-feira, 28 de novembro de 2012

DOCE FENDA

DOCE FENDA
Oswaldo Antônio Begiato

tem horas
que sou horas
tem horas
que sou urgente

tem horas
que sou outro dia
tem horas
que sou
permanente

tem horas
que sou azul
tem horas
que sou verde

tudo depende
do ângulo
em que o sol
rasga
meu espelho-d’água...

...e da distância de seu entardecer




2 comentários:

isa disse...

E são essas "nuances",esse ser um e outro que fazem a Vida.
Lindo seu Poema,meu querido Amigo,querido Poeta.
Beijo.
isa.

Maria Helena Mueller - Lelê disse...

LINDO!!!
Para variar...rs...lendo, sentindo e me identificando...
Excelente final de semana para ti, admirável Poeta!
Com carinho, Lelê.