segunda-feira, 26 de outubro de 2009


NOSSOS OSSOS
Oswaldo Antônio Begiato

Quando me avisto
- ocluso e escuro -
polindo impávido
tua prata e teu ouro
fico a pensar se a espécie
de porcelana fina
com que me modelaram
não foi a feita com a cinza
de meus ossos
que o tempo exumou.

Quando me desespero
- recluso e confuso -
apalpando pávido
minhas vias e minhas veias
descubro a espécie de amor
com que me forjaste:
- Aquele, cheio de afetos,
feito com a lágrima
que te lavou e me levou
a morrer de saudades
quando morreste tu
de amor por mim.

Partiste tão sem demora
que nem pude eu fazer
das cinzas de teus ossos
a porcelana única e alva
para fundir-te altar
onde eu queria ver
entronizado meu amor por ti
- meu imorredouro amor por ti -
no supremo sacrário
de nossas rendições.

8 comentários:

Maithê disse...

Belíssimo poema.Parabéns pelo poema e pelo aniversário!
Seja feliz..sempre!

Beijão

Ti lóvio!

Maria Valéria Revoredo disse...

Lindo! Lindo! Cada dia mais rico este blog! E as poesias plenas de ti. Te adoro!

Isa disse...

Cheguei aqui trazida pela mão Amiga da Serena.
Deixo os meus Parabéns atrasados...
Gostei muito do que escreve.
Sabe,deliciei-me com o que escreveu
no seu Perfil.
Abracinho.
isa.

Isa disse...

Amigo,voltei para lhe dizer que adorei a sua palavra:"mulher",no meu
blog.
Vi-a como se começasse a compreender
o ser humano que sou!Que bom!
Sorri e ao mesmo tempo uma lagrimita
tentou sair...
Beijo.
isa.

M@ria & M@ria * Reserva disse...

Venha buscar o seu em minhas postagens de hoje 27/10...............Blog M@ria

Compartilho esse sêlo recebido de “MY Jardin de Premios” a todos os meus seguidores
E a quem vier visitar-me. Espalhando meu carinho e amizade.


M@ria

Serena Flor disse...

Muito lindo este poema meu amigo, aliás como todos os que já li de sua autoria...parabéns amigo!

E quanto à homenagem, pode ter certeza que foi de coração e que você merece viu...bjs!

Sereia disse...

Lindo poema.
Parabéns pelo bom gosto.
Um lindo dia!!!
Abraços

Milene Sarquissiano disse...

...feito com a lágrima
que te lavou e me levou
a morrer de saudades
quando morreste tu
de amor por mim.

Que lindo isso.Morrer de amor...

Tu és absolutamente o melhor,Begi.
Sem o menor exagero.

Um beijo,cheio de encantamento