sexta-feira, 14 de agosto de 2009

INCÔNSCIO


INCÔNSCIO
Oswaldo Antônio Begiato

Há pessoas que amam
tão intensamente nossos inversos
deixando-os, para quem os vê de fora,
parecidos com a ilusória linha reta
por onde caminham nossos pés tortos,
por onde caminham os desejos de nossos corpos.

Há pessoas que amam
tão intensamente nossos erros
a ponto de parecermos a retidão dos profetas,
legada desde o princípio dos tempos
por nossos deuses externos,
quando ainda não existiam pecados veniais; nem mortais.

Há pessoas que nos amam intensamente;
e nem Deus, com toda sua onisciência,
sabe o porquê.

Essas pessoas merecem a nossa mais inalienável gratidão.

2 comentários:

Mariano P. Sousa disse...

Companheiro Antônio!
O amor é imprevisivel,imenssurável e
essencial e assim ha pessoas que amam...!
Abraço!

carmem disse...

ANTONIO,krido poeta,simplesmente amei esse poema,nossa como é maravilhoso passar por aqui e poder ler tantos poemas magníficos...Sucesso meu krido amigo é o q te desejo sempre..
bjinhos