domingo, 9 de dezembro de 2012

PERDIÇÃO

PERDIÇÃO
Oswaldo Antônio Begiato
 
Ah, meu amor,
Não estou apaixonado!
Antes tivesse.
 
Antes tivesse
Os olhos brilhando
No infinito de sua presença
E o coração soluçando pela ausência infindável.
 
Antes tivesse
Vivendo o martírio das horas empacadas,
E a promessa de vinho à luz de velas
Com suas chamas bailando entre o silêncio das nossas almas.
 
Antes tivesse
A crença de noivos ingênuos
Que se ajoelham diante das fumaças de futuro
E a doce ilusão de eternidade;
Aquela que se desvanece na próxima esquina sem deixar pegadas.
 
Ah, meu amor,
Não estou apaixonado!
Antes tivesse.
 
Tenho sentido apenas a atormentadora dor da solidão.
 
Não estou apaixonado!
Antes tivesse.
Apenas me assustei diante de tão inesperado abandono.
 

3 comentários:

isa disse...

A rotina que se quebrou tornando
visível a falta do outro...
Meu querido Amigo,sempre tão tocante e "real" a sua Poesia.
Beijo.
isa.

Maria Helena Mueller - Lelê disse...

Como é incrível e difícil de expor este sentimento que surgiu através de tuas palavras de maneira simples, verdadeira e linda!
Beijos, Poeta!
Com carinho, Lelê.

Marluce Aires disse...

Cada vez que passo por aqui não me contento só em olhar, mas viajo por alguns minutos encantada com tantas e tantas coisas belas que esse poeta sabe criar. Você é um poeta de verdade Begiato. Boa noite meu amigo.