quarta-feira, 18 de maio de 2011

QUIMERAS E VEREDAS


arte: wado

QUIMERAS E VEREDAS
Oswaldo Antônio Begiato

poetas são luas
poetas são
loucos

poetas são ruas
poetas são
poucos

poetas são poetas
poetas são
poetas

7 comentários:

Milene Sarquissiano disse...

Poetas são de fato
quando nascem BEGIATO.

MARAVILHA!!!

bjossssssssss

isa disse...

Para quê procurar a definição de
Poeta,meu querido Amigo,meu Poeta de além mar???
E abençoada a "loucura" do Poeta e
a beleza da palavra!
Beijo.
isa.

Maria Helena Mueller - Lelê disse...

Poetas traduzem a beleza de suas almas para pessoas que não sabem expressar o que trazem no coração!
Uma das razões de apreciarmos tanto O POETA!!!
OBRIGADA POETA!!!
Com carinho, Lelê.

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Poetas cantam o AMOR, assim como meu querido amigo e poeta Oswaldo!
Um abraço! Neneca

M@ria disse...

Vejo escorrer entre meus dedos
as areias do tempo
as águas do mar
e até a luz das estrelas
o sonho....o sonho passa inexorável
pelas frestas da eternidade...
e nada nos pertence de fato
a não ser as nossas ilusões...

£una

Feliz Semana e beijos meus! M@ria

Emoções disse...

Poetas, não se intitulam apenas poetas...
São seres estranhos, diferentes.
Possuidores de melancolia pungente
Nascem com o dom das palavras

A maldição do sentir extremado
Do sofrer demasiado
Do viver o sonho de amor
Com lancinante e extrema dor

Não sabem amar suave e sereno
Amam com todo o âmago, ao extremo.
Dedicam-se assim, por dias, noites,
Meses e anos sem fim

Mas como a vida é feita de escolhas
E na indiferença, na troca, sentem o desamor,
Mesmo compondo os mais belos versos
Inspirados que estão em seu espírito sofredor

Optam por parar de querer,
O que jamais poderão ter.
E como suas almas são predestinadas,
A escrever, escrever e mais nada,

Buscam nova inspiração,
Novas rimas, outra canção.
O poder do amor, um novo alguém,
Uma nova jornada!

Regiane. disse...

E quem mais poderia ler minha alma?
Somente você mesmo....amado.
Beijão,sucesso e paz sempre,
Rê!