domingo, 28 de março de 2010

PIPA E PIÃO


PIPA E PIÃO
Oswaldo Antônio Begiato

que seu passar seja imagético
como são imagéticas
a sensualidade de teu cheiro
na minha imaginação:
- as imagens do teu corpo perfumado
distribuído em curvas atordoantes
de cá pra lá
de lá pra cá
flutuam na minha cabeça
como uma pipa que
vai ao céu
e volta
vai ao céu
e volta
até quebrar a linha e se entregar
rodopiando
rodopiando
à linha do horizonte sem curvas

4 comentários:

Milene Sarquissiano disse...

Que brincadeira mais instigante e sensual.

Por isso vc é o nosso poeta encanto: porque nos deixa com a cabeça rodopiando, ouvindo passarinhos em volta dela.

Seu blog é muito massa!

Um beijo...em cada milimitro de você

M@ria disse...

Venha buscar meu troféu.....com carinho prá voce!!

Postado aki no M@ria M@ria

Isa disse...

E eu deixei-me levar nesse redopio,
envolta no som terno das palavras de um POETA!
E...você queria parar com receio que eu ficasse tonta...
Não pare,não!
Deixe-me continuar o sonho...
Beijo.
isa.

PS:- Desculpe...ñ sou poeta! Mas tenho rasgos de uma "loucura saudável". E ñ consigo mudar....

"Cantinho Poético" disse...

A inspiração aflora
A poesia acontece

É chegada a hora...
De o amor mostrar-se em prece !


Lete Dias


Amor & Paz na sua Noite!