terça-feira, 9 de dezembro de 2008

CHEGANÇA

CHEGANÇA
Oswaldo Antônio Begiato

Eu te trouxe de presente um olhar.
Um olhar que achei escondido entre as pedras do rosário
E que brincava de encantamento com a Virgem Maria.

Eu te trouxe de presente um olhar.
Desses que não descuidam de nenhum movimento
E que de tão atentos se tornam anjos da guarda.

Eu te trouxe de presente um olhar.
Desses que contém dentro de si tamanha proteção
Que os olhos deles parecem um mar de cheganças.

Eu te trouxe de presente um olhar.
Desses que revelam uma entrega tão desmedida
Que se tornam portas de entrada de todas as abnegações.

Eu te trouxe de presente um olhar.
Apenas um olhar. Nada mais, além do meu servo olhar.

3 comentários:

Maithê disse...

Poeta amado!
Linda poesia....
E tudo que precisamos é de um olhar assim..
E você nos presenteou com essa maravilha.
Obrigada e parabéns!
Beijãozão pra ti.

Femme disse...

"Ho! Ho! Ho! é Natal

É Natal...
Os sinos repicam
anunciando o nascimento de nosso salvador!

Que este, seja o Natal de renascimento do amor fraterno...

Que possamos nos unir na verdadeira paz de Cristo.

Um Ano Novo de amor, Paz e harmonia!

Autor: Desconhecido
O texto foi pego pelo site: http://www.ziipi.com/result?pesquisa=poemas

Dolores Quintão Jardim disse...

Ah,é tão lindoooooooooooo!