terça-feira, 6 de agosto de 2013

DESLUMBRAMENTO

DESLUMBRAMENTO
Oswaldo Antônio Begiato
 
Um dia descobriu
que para trocar pneus furados
os homens contavam com a ajuda de macacos.
 
Sem compreender muito aquilo,
ficou encantado, mesmo assim.
 
Quando viu,
a primeira vez que foi ao circo,
aquele macaquinho
andando de bicicleta
e fazendo micagens pelo picadeiro
lembrou-se da perícia deles com pneus furados
e alumbrou-se eternamente.
 
Foi então que decidiu convicto
nunca mais deixar de ser feliz.
 

2 comentários:

Marluce Aires disse...

É MUITO BOM VOLTAR AQUI. BOA TARDE POETA. QUE DEUS CONTINUE TE ILUMINANDO!

Zuza Zapata disse...

Belo blog de poesias, parabéns!
Tenho um projeto musical com muita poesia e talvez vocês se interessem.
Se quiser escutar, é só ir pro meu site. http://bitly.com/zuzazapataoficial
Fica a dica! Valeu!
Abraços, Zuza.