segunda-feira, 13 de maio de 2013

MÃE

MÃE
Oswaldo Antônio Begiato
 
Ser mãe
é escrever um soneto
sem usar
uma só palavra.
 
Ser mãe
é compor uma sinfonia
sem usar
uma só nota.
 
Ser mãe
é estremecer Deus
e silenciar o Universo.

3 comentários:

isa disse...

Lindíssimo Poema, naquela "simplicidade profunda" que o meu querido Poeta e Amigo nos oferece para nosso deleite.
Beijo.
isa.

Marluce Aires disse...

Quanto tempo sem visitar o meu amiga POETA.Mas tudo é no tempo oportuno; e esse foi o momento reservado para essa feliz visita. Como tudo que escreves é excelente, me deparo mais uma vez e fico feliz por ter a rica oportunidade de ver e meditar em tão belos versos que saem de tua alma. Agradeço a Deus por existir pessoas como você. Um abraço amigo da velha amiga. " BOM DIA BEGIATO !"

Maria Valéria disse...

Lindo, Begiato! Como tudo o que escreve. Boa semana pra você! Beijo